Archive for Fevereiro, 2009

Narcisos

Fevereiro 13, 2009

Há alguns dias já, andava eu a pensar com alguma espectativa acerca da exuberância dos narcisos neste inverno tão chuvoso. É que desde há 3 anos ( decorriam ainda as obras da casa),  por esta altura, eles nos brindam com as suas flores perfeitas e perfumadas, iluminando o jardim da frente, dando as boas vindas a quem chega, ou simplesmente perfumando a caminho a quem passa…

Confesso que  nestas últimas semanas deixei a casa entregue a si mesma e às  fadas boas que habitam as vizinhanças, sempre atentas e cuidadosas durante as minhas ausências. Sem elas, as minhas noites de sono não seriam decerto tão tranquilas.

Ontem uma delas  quis partilhar comigo a sua alegria  pela beleza do canteiro de que disfruta diáriamente, pois que árduamente transportou a terra do pinhal para a preparação do jardim e pacientemente comigo zelou pela distribuição equilibrada dos bolbos de espécies variadas, que alegram o canteiro ao longo de todo o ano.

Estas  fotos  da  Rita, que me surpreenderam na  minha caixa de correio electrónico, vieram iluminar também o meu dia.     

narcisos-3                               narcisos-2

    narcisos-41

narcisos6Jardim

Ontem escrevi poemas
Nos canteiros do meu jardim.
Animada, afogueada, em alvoroço,
Abraçada a vasos, folhas e pétalas,
Inspirada ao aspirar o aroma silvestre
Das flores, das plantas, da seiva,
Declinei o lápis sedutor e o papel,
Tomei a terra, o ancinho e a colher,
Decidida, quebrei ressequidas ramagens,
Exaltada, daninhas ervas arranquei,
Ao solo me lancei, confiante, e mergulhei
Minhas mãos, na terra fértil e gentil.
Tirei pedras e raízes, desenhei linhas
De promissores bolbos, enterrados
Sob o húmus revolvido e alisado.
Sementes lancei, em métrica cuidada.
Azáleas rimei com admiráveis ciclamens.
Margaridas de fogosas vestes combinei
Com amarelos narcisos em sono recatado.
Confortei o cândido limoeiro e ergui, por fim,
Para o céu, o corpo cansado e feliz (…)

Ilona Bastos

Anúncios